Amigos do Churrasco – Blog da Cutelaria Vargas Amigos do Churrasco – Blog da Cutelaria Vargas

Atendimento

(51) 4042-3002
(51) 8919-2019 (whatsapp)

Contato

Mitos e verdades sobre a picanha

Qual tipo de carne o brasileiro prefere? A resposta é a mesma na grande maioria dos casos: uma deliciosa picanha. Porém, as opiniões divergem no momento de prepará-la: alguns optam pela carne mal passada, outros pela carne bem torradinha e há ainda quem a prefira “macia e gostosa”.  E você, já tem opinião formada? Independentemente de qual for a resposta, confira a seguir alguns mitos e verdades sobre a picanha.

 

Picanha ou coxão duro?

A picanha é uma carne encontrada ao lado do coxão duro – e não da alcatra (como muitos confundem). Sendo assim, é necessário prestar atenção na hora de adquirir a carne: muitos são os estabelecimentos que vendem o coxão duro no lugar da picanha (fazendo-o é claro, pelo preço da carne mais cara).

 

A picanha é uma carne extremamente gordurosa.

Mito. De acordo com especialistas, a gordura da picanha é predominantemente externa, o que faz com que removê-la seja um procedimento rápido e simples. Por outro lado, a melhor forma de prepará-la é, sim, com a gordura. Porém, ela pode ser removida na hora do consumo.

 

Para deixar a picanha mais mole basta molhá-la com o suco do abacaxi.

Mito ou verdade? Grande mito! A acidez do abacaxi é capaz de corroer o tecido conjuntivo de qualquer carne – seja ela a picanha ou até mesmo uma carne de segunda. Sendo assim, a carne perde não só o seu sabor como também seus nutrientes.

 

E comer abacaxi ao mesmo tempo em que come a carne – faz alguma diferença?

Mito. O abacaxi contém um componente químico chamado bromelina. Essa substância, quando em contato com a carne, não provoca nenhum tipo de reação no organismo.

 

Na hora de temperar/grelhar…

O primeiro passo é o sal. Para colocá-lo, o recomendado é colocar com a mão – já que assim controlar a quantidade de tempero que vai em cada carne se torna muito mais simples. O segundo passo é esperar alguns minutos e na hora de colocá-la para grelhar, coloque a mão sobre a grelha e, quando ela começar a queimar em cinco segundos, esse é o momento de adicionar a carne.

Agora que você já sabe alguns mitos e verdades sobre a picanha, que tal aproveitar, reunir os amigos e familiares e fazer aquele churrasco? Se ainda não tem a sua Vargas para garantir o corte perfeito da carne, corra para a loja da Cutelaria Vargas e garanta já a sua!

Compartilhe:

Outros Posts

Deixe uma resposta